Voltar

Crescimento no consumo de energia favorece mercado de geração temporária

Categoria: Energia Elétrica, Gerador de Energia, Notícias

No dia 20 de abril, o Operador Nacional do Sistema (ONS) divulgou em seu Boletim de Carga Mensal o crescimento de 2,5% no consumo de energia no país.

O aumento no consumo pode ser atribuído à queda nas temperaturas, que vão ficando mais amenas nessa época do ano, mas principalmente a melhora na confiança da indústria brasileira, que volta a dar sinais de recuperação. Segundo a Fundação Getúlio Vargas (FGV), a confiança da indústria atingiu, no mês de março, o maior nível em quase três anos.

Com o aumento da produção e retomada do crescimento, o consumo de energia volta a impactar na operação da indústria brasileira, que tem o custo desse insumo como um dos mais representativos do setor. De acordo com o estudo ‘Quanto Custa a Energia no Brasil”, da Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan), 79% das indústrias têm a energia como principal insumo de suas linhas de produção, o que pode representar mais de 40% dos custos totais.

Para amenizar custos e melhorar a competitividade, o esperado é que a indústria brasileira busque alternativas para diminuir os gastos com energia elétrica. Uma delas é o uso de energia temporária fornecida por geradores, que podem representar uma economia de até 30% no horário de ponta, que é aquele compreendido entre as 17 e 21 horas e onde a energia custa mais para ser produzida.

Com a frota mais nova do país, que é formada por mais de 800 geradores, a Tecnogera oferece soluções completas de energia, envolvendo cabos, acessórios e geradores com potência que varia de 50 KVA a 1500 KVA. Além disso, a empresa conta com uma equipe de profissionais altamente qualificada e pronta para atender as mais diferentes demandas.