• flag-br
  • flag-esp
  • flag-us

Cinco situações em que a energia temporária é fundamental para a mineração

PUBLICADO EM 20/03/2019 Cinco situações em que a energia temporária é fundamental para a mineração

Cinco situações em que a energia temporária é fundamental para a mineração

O setor da mineração ocupa um lugar de destaque entre os mais importantes para a economia nacional, representando cerca de 4% do PIB brasileiro e 25% do saldo comercial do País. Isso mostra como o negócio é lucrativo para o Brasil, pois, além de vender internamente, o país exporta grande parte de seus minérios, principalmente o de ferro.

Segundo dados divulgados pela Secretaria de Comércio Exterior (Secex), as exportações brasileiras de minério de ferro cresceram 25,4% em 2018, o que representa 394,24 milhões de toneladas vendidas. China, Holanda e Japão são os países que mais exportam do Brasil.

Mas existe um segmento em específico que é extremamente importante para que a mineração continue trazendo seus significativos números para a economia brasileira: o de energia temporária. Como a extração dos minérios acontece, geralmente, em locais afastados dos grandes centros, a energia elétrica, fornecida por concessionárias, acaba não atendendo de forma completa. Para suprir esta demanda, geralmente, são utilizados geradores de energia temporária, capazes de fornecer toda a energia necessária para o bom funcionamento das minas.

Pensando nisso, reunimos algumas situações nas quais a energia temporária é mais do que essencial para a mineração. Confira:

1 - Climatização em profundidades

A extração de alguns minérios é feita em áreas de grande profundidade, que são escuras e quentes. É a energia dos geradores que permite que os funcionários trabalhem de forma segura, com iluminação adequada e em um ambiente climatizado. Com o uso de geradores é possível oferecer conforto térmico para os profissionais e maior segurança para o funcionamento de equipamentos, sejam eles de extração ou de proteção.

2 - Operação de grandes máquinas

As minas necessitam de um fornecimento de energia contínuo e estável para que as máquinas consigam operar em plena capacidade. Isso começa já no início do processo, ainda na fase de exploração do solo, quando os equipamentos estão fazendo uma análise do terreno, removendo as árvores e rochas para transformar o local na “cidade” que vai abrigar os trabalhadores.

3- Transporte

Todo o material retirado pelos mineradores precisa ser transportado das profundezas das minas para a superfície. Porém, por serem cargas pesadas, necessitam de equipamentos específicos e que suportem todo o peso do carregamento e funcionem sem parar por todo o trajeto. E é aí que entram os geradores, que são os responsáveis por alimentar o maquinário com um fluxo constante de energia até que todo material recém-extraído seja levado para fora das minas.

4 - Segurança

Além de garantir o funcionamento do sistema de ventilação, os geradores asseguram que, em casos de emergência, os alarmes, luzes e quaisquer outros avisos de segurança operem corretamente e cumpram seu papel de alertar os trabalhadores dos possíveis perigos.

5 - Vida útil da mineradora

Por geralmente ficarem instaladas em locais remotos e de difícil acesso, nos quais o Sistema de Interligação Nacional (SIN) não chega, as mineradoras acabam precisando que a energia temporária seja, na verdade, definitiva. Ela acaba sendo usada por toda a vida útil da mina, tanto na criação da infraestrutura, que vai receber os funcionários no seu dia a dia em suas atividades dentro e fora do horário de trabalho, quanto para auxiliar na iluminação e climatização.

A Tecnogera, empresa com mais de 12 anos de atuação no setor de energia temporária, é expert em disponibilizar soluções personalizadas para cada tipo de situação. Para oferecer energia para uma mina, a empresa leva em consideração as características de clima e terreno, além da quantidade de funcionários, maquinários e quanto tempo a extração deve levar. Os geradores da empresa são de alta densidade de potência e podem ser utilizados na movimentação de grandes equipamentos.




VOLTAR