• flag-br
  • flag-esp
  • flag-us
ATENDIMENTO COMERCIAL 24H 0800 772 1601
array(4) { ["__NAMESPACE__"]=> string(22) "Application\Controller" ["controller"]=> string(4) "Blog" ["action"]=> string(7) "detalhe" ["slug"]=> string(58) "energia-temporaria-e-climatizacao-na-industria-alimenticia" } array(3) { ["module"]=> string(11) "application" ["controller"]=> string(4) "blog" ["action"]=> string(7) "detalhe" }
ATENDIMENTO COMERCIAL 24H

Energia temporária e climatização na indústria alimentícia

Energia temporária e climatização na indústria alimentícia

PUBLICADO EM 23/05/2019 Energia temporária e climatização na indústria alimentícia

Segundo dados da Associação Brasileira da Indústria de Alimentos (ABIA), o setor registrou um crescimento de 2,08% em 2018, totalizando R$ 656 bilhões em faturamento. Além disso, criou quase 13 mil novos postos de trabalho, número significativo para um país cuja taxa de desemprego ficou em 11,6% no último trimestre de 2018, de acordo com dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Já para 2019, as previsões são de que o segmento termine o ano com um crescimento de 3%, ainda segundo a ABIA.            

Porém, para que a indústria alimentícia tenha sucesso e continue alcançando resultados expressivos, alguns investimentos são mais do que necessários. Um dos pontos principais para o bom funcionamento de uma fábrica de alimentos é a adoção de um bom plano de climatização e segurança energética.

Vamos utilizar como exemplo uma companhia cujos produtos têm como ingrediente principal o chocolate, item que demanda um resfriamento rápido. Primeiramente, é preciso pensar em como manter o ambiente com umidade e temperatura controladas, para que se consiga atender os parâmetros de conservação de perecíveis impostos pela vigilância sanitária e nenhum alimento estrague durante os processos de produção. Outro ponto imprescindível é garantir que não haja superaquecimento do maquinário, fato que geraria muito calor e risco para o principal insumo.

Além disso, na etapa de esfriamento do chocolate, as temperaturas do ambiente precisam estar bem reguladas, para que se chegue ao ponto desejado do produto. Em casos como esses, fica claro que a climatização serve tanto para garantir a integridade dos alimentos quanto para que a produção possa seguir o seu curso normal. E, para que tudo funcione da melhor forma possível, a indústria pode se beneficiar dos chillers, rooftops, fancoils e outros equipamentos disponibilizados pela Tecnogera, que garantem uma climatização e resfriamento realmente eficazes.

Já o plano de segurança energética tem como objetivo primordial evitar despesas causadas por falhas no sistema de distribuição tradicional de energia elétrica. Afinal, caso haja uma interrupção inesperada no fornecimento de energia, toda a cadeia de produção pode ser afetada.

Na indústria alimentícia, a Tecnogera atuou garantindo a segurança energética do maior Centro de Distribuição da Danone Alimentos. A empresa utilizou todo o seu know-how e instalou uma fonte suplementar de fornecimento energético, composta por um grupo gerador de 1400 kVA, um quadro de transferência de 3.200 amperes e mais de 1.500 metros de cabos instalados sob calhas.

A Tecnogera, empresa com mais de 13 anos de atuação no mercado, oferece serviços customizados para cada tipo de demanda. A companhia possui a frota de equipamentos mais nova e moderna do País e conta com uma equipe altamente qualificada, que está à disposição 24 horas por dia, 7 dias por semana.




VOLTAR