• flag-br
  • flag-esp
ATENDIMENTO COMERCIAL 24H 0800 772 1601
array(4) { ["__NAMESPACE__"]=> string(22) "Application\Controller" ["controller"]=> string(4) "Blog" ["action"]=> string(7) "detalhe" ["slug"]=> string(54) "geradores-standby-e-sua-utilizacao-no-horario-de-ponta" } array(3) { ["module"]=> string(11) "application" ["controller"]=> string(4) "blog" ["action"]=> string(7) "detalhe" }
ATENDIMENTO COMERCIAL 24H 0800 772 1601

Geradores standby e sua utilização no horário de ponta

Geradores standby e sua utilização no horário de ponta

PUBLICADO EM 26/08/2019 Geradores standby e sua utilização no horário de ponta

Nem todo gerador precisa ser utilizado ininterruptamente!

Quando se pensa sobre um gerador de energia elétrica, é comum relacioná-lo a um equipamento que fica ligado por um longo período de tempo, com fornecimento constante de energia para a aplicação desejada, mas existem outras possibilidades.

Existem os geradores standby, também conhecidos como de emergência, que são utilizados apenas em ocasiões e momentos especiais, como no horário de ponta, o que pode trazer uma economia considerável à empresa, bem como melhorias em seu funcionamento.

Vamos aprender mais sobre esse assunto e deixar claro o quão importante eles são para as companhias como um todo.

O que é um gerador de energia elétrica standby?

É um equipamento que se mantém no “modo de espera”, pronto para ser acionado assim que seu funcionamento for necessário. É por isso que também é conhecido como gerador de emergência.

Mesmo quando o ambiente em que ele é instalado dispõe do fornecimento de energia elétrica, este pode ser interrompido a qualquer momento devido a vários fatores, o que é altamente prejudicial em determinadas aplicações.

Para evitar que isso aconteça de uma vez por todas, opta-se pela instalação de um gerador de energia elétrica em standby. Assim, em caso de qualquer necessidade, ele entra em ação para evitar problemas.

Porém, ainda que a importância da energia elétrica de emergência seja tão grande, existe outra aplicação em que os geradores podem ser utilizados, que é nos horários de ponta, o que tem o potencial de resultar em uma série de benefícios.

O que é horário de ponta?

Também chamado de horário de pico, é o nome dado ao intervalo de tempo em que a rede de distribuição de energia elétrica tem sua maior demanda, como o acionamento da iluminação pública e o uso de chuveiros nas residências, entre outras aplicações.

A questão é que ao mesmo tempo em que isso acontece, muitas indústrias e empresas ainda estão em operação, o que resulta em um uso acentuado da rede elétrica, o que pode prejudicar seu funcionamento e desempenho.

Para tentar contornar esse problema, foram instauradas a Lei nº 8.631/93, que dispõe da fixação dos níveis das tarifas para o serviço público de energia elétrica, e o Decreto nº 774/1993, que regulamenta a lei citada anteriormente.

O resultado dessas determinações legais é que os consumidores de alta tensão, como indústrias e empresas de grande porte, possuem a opção de contratar valores especiais de tarifas de energia elétrica conforme o horário e a época do ano, o que pode impactar diretamente nos custos.

A partir de então, passaram a existir diferentes bandeiras tarifárias: verde, amarela e vermelha. A primeira não sofre nenhuma alteração nos valores, enquanto as duas últimas se tornam mais caras, em especial a vermelha.

É aí que entra o gerador de energia elétrica, o qual pode ser o responsável pela geração de eletricidade necessária para os consumidores de alta tensão, de modo que não tenham que lidar com as bandeiras tarifárias e, assim, economizem consideravelmente.

Os horários de ponta variam de acordo com cada estado, mas não há dúvidas de que investir em um gerador tem um grande potencial de oferecer benefícios, em especial para determinados segmentos.

Veja também: Horário de ponta e a geração própria de energia

Para quem vale a pena investir em um gerador para horários de ponta?

É fundamental saber qual estabelecimento precisa ter um gerador de emergência, já que são benéficos para todos os negócios, embora tenham uma importância especial para alguns deles. Confira:

  • Universidades: seja para a iluminação dos ambientes ou para ligar equipamentos nas tomadas, o que é importante principalmente nas aulas de laboratório, a estabilidade do fornecimento deve ser mantida.

  • Supermercados: os sistemas de refrigeração demandam bastante energia elétrica, assim como a iluminação e os equipamentos elétricos utilizados nos caixas e balcões de atendimento, sem os quais é praticamente impossível operar.

  • Shopping centers: aqui, a demanda por energia elétrica costuma ser ainda maior, já que são diversas lojas que precisam ser abastecidas ao mesmo tempo, além das praças de alimentação, que utilizam fornos, geladeiras, freezers e afins, o que significa que o gerador de energia elétrica em standby pode trazer uma economia considerável.

  • Hotéis: uma das principais características procuradas pelos hóspedes é o conforto, o qual está diretamente ligado ao fornecimento de energia elétrica, seja para tomar um banho relaxante ou para manter o ambiente climatizado, o que aumenta o consumo principalmente nos horários de ponta.

  • Indústrias com mais de um turno: quando a indústria opera em diferentes turnos, é quase certo que ela estará em funcionamento durante os horários de pico. Como o trabalho não pode parar, o gerador em standby é capaz de fornecer a energia necessária durante esses horários, cujo impacto na fatura será ainda maior devido à alta tensão e consumo necessários.

Esses são apenas alguns dos exemplos que ressaltam como o gerador de energia elétrica é essencial nos horários de pico, quando o preço pago pela energia pode ser até 3 vezes maior, o que varia de acordo com cada concessionária.

Quais são os benefícios de ter um gerador de emergência?

Os motivos que mais se destacam são os seguintes:

  • Confiabilidade: como o fornecimento de energia nos horários de ponta é prejudicado pela maior demanda, as empresas podem ter problemas para alimentar os equipamentos e aparelhos necessários, algo que não acontece com os geradores em standby, cujo sistema de backup automatizado permite que entre em ação sempre que necessário.

  • Qualidade: ter energia elétrica de qualidade a todo momento permite que cada equipamento funcione adequadamente e, assim, evita problemas e defeitos, o que poderia causar problemas de produtividade e até resultar em manutenções caras e demoradas.

  • Economia: um dos maiores destaques fica por conta da economia, já que a empresa não precisará interromper suas atividades ou reduzir a intensidade por conta dos horários de pico, além de ter uma economia substancial por não precisar recorrer à rede de distribuição de energia elétrica para isso, mesmo já considerando os custos do gerador e do combustível.

Fica evidente que o gerador de energia é essencial para empresas, indústrias e outros estabelecimentos, já que as ajuda de diferentes maneiras, tanto na economia quanto na produtividade, ou seja, benefícios não faltam.

A melhor solução é contar com o aluguel de geradores, pois a empresa não precisa se preocupar com transporte, instalação e eventuais manutenções, além de ser um investimento que cabe em seu orçamento. Passe a utilizar um gerador de energia elétrica em standby e veja como os horários de ponta deixarão de ser um problema!




VOLTAR