• flag-br
  • flag-esp
  • flag-us

Por que testar o grupo gerador na área da saúde é importante?

Hospitais precisam garantir funcionamento dos geradores emergenciais

PUBLICADO EM 03/04/2020 Por que testar o grupo gerador na área da saúde é importante?

A garantia que o grupo gerador de emergência (backup) irá entrar e atender à carga efetiva da unidade hospitalar numa falha da rede concessionária é fundamental para mitigar riscos operacionais, com extensões que podem ser intangíveis. Se os geradores de backup não forem capazes de entrar em poucos segundos e absorver as cargas críticas e essenciais, a segurança dos pacientes estará ameaçada. Quem garante que em qualquer intervenção, mesmo que preventiva, não há um erro e consequentemente uma falha que só poderá ser descoberta com a carga? 

Para certificar que o gerador não deverá ter problema quando acionado, o teste feito com banco de carga é o método mais flexível para validar sistemas críticos de energia.

Os testes com bancos de carga fornecem uma carga constante, sustentável e controlável para simular diversas situações de cargas. Com ele é possível detectar possíveis problemas, e tudo isso em um ambiente seguro e controlado, sem precisar utilizar a carga principal como fonte de testes, e assim evitando colocar em risco todo sistema operacional do hospital ou da unidade de saúde.

 

PERIDIOCIDADE

Recomenda-se testar as instalações mensalmente de forma a garantir que seu sistema de energia de backup funcione da maneira correta e segura. Logicamente, deve-se manter a rotina de checagem semanal do grupo gerador conforme as instruções de cada fabricante.

 

O QUE TESTAR?

Com bancos de carga reativos e resistivos, é possível testar com precisão os geradores de backup das unidades de saúde e os quadros de distribuição conforme as especificações da placa de identificação. Todos estes testes devem ser feitos com acompanhamento de técnicos capacitados para garantir os resultados precisos.

Projetado para simular cargas e dispositivos eletromagnéticos em um sistema de energia, bem como todos os equipamentos, os bancos de carga resistivos/reativos permitem validar a condição e a saída dos geradores, UPS, baterias, transformadores e relés com um dispositivo único.

 

POR QUE TESTAR OS GERADORES COM BANCOS DE CARGA?

Os Bancos de Carga têm como finalidade proporcionar testes de capacidade e performance de equipamentos como grupos geradores, garantindo o fornecimento contínuo da energia produzida e prevenindo falhas no acionamento. Existem situações em que geradores com diversas falhas não apresentam defeitos sem a carga plena, ou seja, testar esses equipamentos sem a carga nominal não estressa suficientemente e acaba por esconder falhas.

Outro ponto são os geradores antigos, que foram instalados há muito tempo e podem estar mal dimensionados devido ao crescimento da demanda. Inicialmente dimensionado para carga original, pode ficar subdimensionado e já não conseguir atender a todas as cargas críticas e essenciais. Por isso devem ser devidamente testados para estarem aptos durante intervenções não-programadas.

Existe ainda um grande histórico de geradores que por não serem testados com a carga total acumulam diesel e óleo lubrificante no sistema de exaustão de escape (empilhamento úmido). Durante a falha da rede concessionária o grupo gerador é exposto a uma carga maior do que a de testes e existirá um grande risco de incêndio causado pelo deposito desses inflamáveis no sistema de escape. Nesses casos, antes do teste deve-se remover esses infláveis do escape, mas impreterivelmente deve-se aplicar a carga nominal para certificação da potência e real estado de compressão da máquina.

Enfim, testar o grupo gerador e demais periféricos com banco de carga traz aos gerenciadores das unidades de saúde um valor muito importante quando há falhas da sua rede principal de energia, o da Segurança Energética.


 

Assuntos relacionados:

Papel dos geradores a diesel ou gás natural no setor de saúde

Hospitais devem se preparar para aumento de demanda




VOLTAR